Serviços Especializados de Reabilitação em Deficiência Intelectual (SERDI)

Segundo o Relatório Mundial sobre a Deficiência (2012), a deficiência intelectual é considerada como um estado de desenvolvimento incompleto ou estagnado, resultando em dificuldades no processo de aprendizagem, de entendimento, nos aspectos mnemônicos (memória) e no uso de recursos aprendidos frente a situações do cotidiano. A deficiência intelectual resulta de uma variedade de fatores, que vão desde condições sindrômicas, lesões cerebrais, enfermidades que provocam alterações de âmbito físico, sensorial e/ou neurológico, dentre outros. Todo esse conjunto de situações tem como fator resultante comum disfunções cognitivas e de linguagem, resultando em dificuldades nos processos de comunicação e aprendizagem. A Intervenção precoce, nesses casos, é essencial, evitando maiores atrasos no desenvolvimento do indivíduo.

Transtorno do Espectro do Autismo (TEA)

O TEA é um transtorno do neurodesenvolvimento que pode estar presente desde o nascimento ou começo da infância. Ele é caracterizado por prejuízos na comunicação, na interação social e no comportamento, levando o indivíduo a enfrentar sérias dificuldades em diversos contextos de vida.  Portanto é fundamental a detecção e intervenção precoces em crianças que apresentem sinais de risco para o TEA. Assim, a intervenção precoce pode ter maior eficácia, devendo ser privilegiadas pelos profissionais. 

Serviços de Reabilitação da Deficiência Intelectual

Existem 145 serviços de reabilitação intelectual da Rede de Cuidados à Saúde da Pessoa com Deficiência do SUS/MG que oferecem tratamento às pessoas com deficiência intelectual, assim como às pessoas com transtorno do espectro do autismo.  Destes, 133 são Serviços Especializados em Reabilitação da Deficiência Intelectual (SERDI), e 12 são Centros Especializados em Reabilitação (CER). Os SERDI são serviços que atendem apenas a deficiência intelectual, já os CER são serviços que atendem mais de uma modalidade de deficiência. Todos os serviços realizam a avaliação, diagnóstico e acompanhamento dos usuários.

Para acesso aos serviços de reabilitação intelectual o usuário deve procurar a Secretaria Municipal de Saúde de seu município, para que, através das Juntas Reguladoras, sejam encaminhados para os serviços.

Mas para isto o município precisa estar inscrito neste programa. É isto que estamos buscando para Simonésia através da APAE, Câmara Municipal, prefeitura através de sua administração e secretaria de saúde.

Este é um projeto que envolve toda a comunidade, não somente os pais que tem filhos com necessidades especiais.

Conheça na íntegra o programa SERDI clicando aqui.

Fontes
https://apaemg.org.br
http://www.saude.mg.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: